Pastor hindú testifica o avivamento no sul da Índia

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A perseguição na Índia intensificou, mas o avivamento cristão nasceu.

O pastor Sam (nome fictício por questão de segurança), testifica o avivamento ao sul da Índia. O pai de Sam dedicou sua vida a ajudar os pobres e ensinou sua família plantar igrejas.

Assine o Blesss

A perseguição se intensificou nos últimos anos, a Índia ocupa o 15º lugar na lista do Portas Abertas 2017, que relata o qual difícil e perigoso é ser cristão no país. Alguns líderes do governo adotou uma hostilidade com respeito ao cristianismo, uma perseguição radical.

No começo do ano, um evangelista chamado KA Swamy foi espancado em Hyderabad por distribuir bíblias. Ele sofreu hemorragia cerebral e está em coma.

“Neste momento, temos um governo radical, a perseguição aumentou”, disse Sam. “Os pastores são espancados e as igrejas são queimadas”.

Mas a perseguição não fez com que o evangelho se calasse, e o avivamento chegou à Índia.

Em 1997, um pastor australiano disse a Sam: “A grande onda do avivamento está chegando”, e Sam crê que a promessa está se cumprindo.

“Esperei durante anos, mas sinto que é o tempo. Sinto que a onda do avivamento se levantou e isso será um marco na história da Igreja”, disse Sam.

“O Espirito Santo de Deus está sobre a igreja trazendo conversões em massa”, acrescentou.

Sam crê que a colheita continua porque os campos estão brancos. Na Índia 2,3% da população de 1,2 milhões de habitantes são cristãos, que se preparam para viver o cenário do avivamento massivo de Deus.

“Nos últimos 8 anos, Deus nos preparou para esse momento. Essa ‘velha’ profecia está ainda na superfície, estamos trabalhando com muitas denominações e mais de 15.000 igrejas nos últimos 2 anos se uniram para orar por avivamento. Tudo foi um tempo de preparação e cremos que chegou o momento do Espirito Santo agir”.

 

Com informações BTN
Imagem: reprodução

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook