“Jovens comprometidos com Deus e Sua Palavra”, por Renato Vargens

    Renato Vargens fala sobre uma juventude cristã centrada na Palavra no Consciência Cristã (Vinacc). Assista a mensagem completa em blesss.org
    Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

    Renato Vargens fala a respeito de juventude cristã, a realidade dos jovens brasileiros e as necessidades da igreja evangélica em exposição bíblica no Consciência Cristã. A mensagem completa está disponível na plataforma Blesss, desenvolvida pela Vinacc para abençoar a Igreja de Cristo.

    Deus tem olhado para a igreja brasileira

    Renato Vargens afirma que é inegável que o Senhor tem olhado para a igreja do Brasil. Prova disso é que multiplica-se o número de discípulos, igrejas e jovens ávidos por conhecer as escrituras e estudar teologia.

    Assine o Blesss

    Segundo Renato Vargens, a realidade da igreja brasileira é muito diferente da encontrada na Europa, por exemplo, onde há dificuldade de propagar o evangelho e muita resistência à mensagem de Cristo no coração das pessoas.

    Entretanto, o pastor afirma discordar da afirmação de que o Brasil vive, hoje, um avivamento. Há na igreja brasileira doutrinas anti-bíblicas, hierarquização do corpo de Cristo, uma judaização da igreja, sincretismo religioso, pregação de um evangelho antropocêntrico, supervalorização da música no culto e a centralidade do secularismo. “O evangelho dos evangélicos prega a satisfação do homem, e não a glória de Deus”, afirma.

    Desconhecimento das escrituras

    Para Renato Vargens, é impossível vivenciar um avivamento verdadeiro na igreja brasileira se as pessoas não se preocuparem com o conhecimento das escrituras. O pastor afirma que em virtude do secularismo que já invade a sociedade brasileira, podemos muito em breve nos tornar um país agnóstico.

    Abandonamos as antigas doutrinas

    Segundo Renato Vargens, hoje em dia não sabemos explicar doutrinas básicas do cristianismo, como a salvação, a natureza pós-queda do homem, a redenção em Cristo. Essa geração quer músicas, festas, eventos mas não deseja encontrar refúgio na palavra do Senhor de forma efetiva.

    Abandonamos a história e os ensinamentos dos nossos pais

    Não conhecemos os erros e equívocos do passado, e doutrinas esquisitas são defendidas por muitos de nós.

    Abandono da Escola Bíblica Dominical

    Cristãos não tem mais o costume de estudar a bíblia em conjunto, ler bons livros e se dedicar ao estudo das escrituras.

    Necessidade de abandono dos nossos pecados

    Na tradição evangélica atual não se fala de pecado nem de arrependimento. Renato Vargens afirma que “fogo no coração acontece quando nos prostramos diante do Todo Poderoso, nos humilhamos e confessamos a nossa iniquidade”. Se você vive uma espiritualidade que não requer arrependimento, talvez você não tenha nascido de novo.

    Quando nos arrependemos, voltamos às escrituras e passamos a viver uma espiritualidade verdadeira.

    Assista a mensagem completa na plataforma Blesss

    Nessa mensagem, Renato Vargens aborda ainda as consequências do nosso arrependimento e sugere ações práticas para que vivamos o verdadeiro evangelho.

    Com o objetivo de edificar a igreja de Cristo, a Vinacc desenvolveu a plataforma Blesss. Nesse projeto você pode encontrar essa e outras mensagens completas, em vídeos exclusivos de diversos preletores. São pacotes temáticos para um aprendizado centrado na palavra de Deus. Clique aqui e confira.


    Renato Vargens

    Renato Vargens é Pastor, conferencista, tendo já pregado o evangelho em países da América do Sul, Norte, Caribe, África e Europa. É plantador de Igrejas e escritor com 24 livros publicados em língua portuguesa e 1 em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes, editor do site www.renatovargens.com.br e pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói.


    Publicado originalmente em Blesss

    Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

    DEIXE UM COMENTÁRIO

    Comentários do Facebook