Índia: cristãos são espancados por celebrarem o Natal

0
342

Cristãos na Índia estão com medo de comemorar o Natal depois que radicais hindus fizeram pelo menos dois ataques violentos nas últimas semanas.

A organização International Christian Concern (ICC) e outros grupos que atuam contra a perseguição religiosa afirmam que o primeiro desses ataques ocorreu na semana passada na vila de Sarangi, no estado de Madhya Pradesh. Vinte e cinco radicais invadiram uma casa onde 30 cristãos estavam cantando músicas de natal.

Os ocupantes da casa foram arrastados para a rua e espancados, enquanto os extremistas os acusavam de “forçar conversões” na vila. Quatro pastores também foram acusados ​​de tentar converter as pessoas forçosamente e acabaram sendo presos pelas autoridades. Eles estão na delegacia local, a espera de julgamento.

“Nós temos pessoas cantando em corais natalinos durante o dia”, explicou um pastor local. “Por causa dos ataques dos grupos hindus radicais, os cristãos desta área estão com medo e não podem expressar o cristianismo livremente”, completa.

Em um segundo incidente, na semana passada, outros 20 cristãos da aldeia de Tikiriya, no estado do Rajastão, foram agredidos por 30 radicais com pedaços de madeira.

A agência católica de notícias ‘Crux’ revelou que um grupo de cristãos, que incluía mulheres e crianças, cantava canções de Natal pelas ruas da aldeia e isso provocou a raiva dos hindus radicais.

Stephen Rawat, um líder cristão local, ficou gravemente ferido. Ele diz que os cristãos estão sendo atacados somente por causa de sua fé. “Eu não tenho inimigos. Fui agredido por causa da minha fé cristã”, desabafou.

Rawat conta que, “enquanto as crianças corriam tentando fugir do ataque, as mulheres e os homens apanhavam, especialmente nas mãos, nas pernas e nas costas… Enquanto isso os agressores os acusavam de tentar converter as pessoas e gritaram ‘Bharat Mata ki Jai’ [A Mãe Índia será vitoriosa]”.

Nos últimos meses, diferentes ataques a cristãos foram realizados por hindus radicais, que usam como argumento as conversões forçadas, algo proibido por lei. Para alguns líderes, isso só acontece por que tem havido muitos batismos e os líderes hindus não aceitam que as pessoas abandonem a adoração de seus milhares de deuses, alegando que esta é a tradição milenar do país.

Com informações Christian Post e Verdade gospel
Imagem: Reprodução

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook