Cristãos podem experimentar a maior perseguição já enfrentada na Índia

Eleição presidencial na Índia pode afetar diretamente o dia a dia dos cristãos no país

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ram Nath Kovind (foto), político indiano e candidato à presidência do país, fez declarações polêmicas sobre as minorias religiosas no passado.

Em uma conferência de imprensa do Partido do Povo Indiano (BJP, sigla em inglês), ele chegou a solicitar à Comissão de Justiça, representada na ocasião por Ranganath Misra, que incluísse os cristãos dentro do sistema de castas como dalits, também conhecidos como “shudras”, considerados intocáveis ou impuros. Os dalits costumam ser os mais miseráveis, hostilizados e excluídos da sociedade.

Assine o Blesss

Quando foi questionado sobre seu pedido, sua resposta foi: “o cristianismo é estranho à nação”. Lembrando que Kovind é o líder do partido BJP e que as próximas eleições na Índia estão agendadas para o dia 17 de julho. Atualmente, ele é governador do estado de Bihar.

“Um novo presidente será nomeado neste ano e, sendo convidado, Kovind conta antecipadamente com grande apoio do partido que ele mesmo representa. Uma coisa é certa: não é preciso muita imaginação para saber o que isso significa para as minorias religiosas caso Kovind seja presidente. Se isto acontecer, teremos um primeiro ministro hindu radical (Narendra Modi) e um presidente de mesma linha”, disse um analista de perseguição.

“Caso Kovind vença as eleições, os cristãos não terão mais ninguém para recorrer caso sejam perseguidos por grupos hindus nacionalistas“, concluiu o analista.

Ore pelos cristãos perseguidos indianos.

Com informações Open Doors International
Imagem: Reprodução

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook