Cristãos iraquianos louvam e oram a Deus por 100 horas seguidas

0
415

IRAQUE – Um grupo de cristãos, vítimas da guerra no Iraque, se reuniram durante 5 dias em oração e clamor a Deus, perto do lugar de conflito entre os exércitos iraquianos e Estado Islâmico.

O evento de clamor a Deus, foi organizado pelo Ministério “Burn 24-7”, uma organização com sede nos Estados Unidos, que surgiu de um movimento universitário e agora é dirigido pelo missionário e ministro de louvor, Seun Feucht e esposa Kate, vinculados a Igreja Bethel, em Redding, California.

O ministério envia equipe formada por pessoas do mundo todo para ensinar as verdades do Evangelio e o amor de Jesus. Cada equipe organiza eventos de oração e culto que pode durar de 12 a 100 horas seguidas.

“Procuramos realizar estes eventos com regularidade, uma vez ao mês na cidade, com o propósito de reunir cristãos de diferentes denominações para adorar e exaltar a Deus”, disse Kelsie, que trabalha com Burn 24-7em Kurdistão.

“O evento é evangelístico também. Não só oramos e cantamos, neste lugares sempre há pessoas para evangelizar e compartilhar o amor de Jesus, com o objetivo de que as pessoas recebam a Cristo, e reunir em um só lugar para desfrutar de sua presença”, disse Keslie a Christian Today.

“Nossos corações começam a arder pelo o que está ocorrendo aqui”, disse Keslie em 2014 quando militantes do Estado islâmicos invadiram planície de Nínive, norte do Iraque, matando milhares de pessoas e sequestrando mulheres e crianças.

O grupo sentiu a necessidade de comunicar que há esperança em Jesus e começaram a se mobilizar para ir até lá. “Em 2015, um pequeno grupo chegou aqui com objetivo de adorar e orar a Deus, amar a todos que cruzassem nosso caminho. Então anunciamos o amor de Cristo a todas as pessoas”, acrescentou Keslie.

Com informações Christian Today e  Acontecer cristiano
Tradução: Jonara Gonçalves
Imagem: Reprodução

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook